Início » Destaques » Prefeitos de Rondônia serão recebidos pela Bancada Federal, em Brasília

Prefeitos de Rondônia serão recebidos pela Bancada Federal, em Brasília

Os prefeitos e prefeitas de Rondônia pretendem sensibilizar os deputados federais e senadores do estado, para que destinem recursos do orçamento geral da União a áreas que melhor atendam às necessidades locais. Para isso, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM organiza um encontro em Brasília, para que os parlamentares e gestores municipais alinhem o assunto. A reunião deverá acontecer no dia 23 de maio, quando estará ocorrendo a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Conforme a AROM, o movimento municipalista objetiva firmar com os oito deputados federais e três senadores um compromisso de destinarem, integralmente, a chamada emenda de bancada aos municípios do interior. A entidade defende que esses recursos, que são impositivos, ou seja, obrigados a serem pagos pelo Governo Federal, sejam empregados de forma isonômica, para contemplar os 51 municípios do interior. As verbas serão aprovadas para o ano de 2019 e passam de R$ 150 milhões.

Nesta semana, o presidente da AROM e prefeito de Cerejeiras, Airton Gomes, emitiu convite aos parlamentares representes de Rondônia no Congresso Nacional, para a reunião. Para o dirigente, a pauta terá boa aceitação dos parlamentares, que têm se mostrado sensíveis à falta de recursos das prefeituras. O Municipalista também expediu convocação aos prefeitos, para que compareçam acompanhados de seus vereadores.

Há também grande expectativa por parte dos gestores municipais pela presença do Governador do Estado de Rondônia, Daniel Pereira, e do Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado estadual, Maurão de Carvalho a somarem forças aos prefeitos, que buscam melhorias na Marcha a Brasília.

Os prefeitos esperam assegurar que a emenda de bancada de 2019 contemple todos os municípios, com exceção da capital, que já foi agraciada com as verbas de 2017, integralmente o valor de R$ 132 milhões. Mediante levantamento junto às administrações municiais e, considerando fatores econômicos locais, a AROM sugere que essa emenda se destine ao custeio da manutenção das vias rurais e urbanas, inclusive o recapeamento das ruas.

Assessoria AROM