Início » Destaques » Cacoal: Projeto Renascer das Águas atende propriedades rurais e garante recuperação de mais 40 nascentes

Cacoal: Projeto Renascer das Águas atende propriedades rurais e garante recuperação de mais 40 nascentes

O projeto Renascer das Águas, da prefeitura de Cacoal, região na Zona Mata de Rondônia, é um dos 10 finalistas do Prêmio MuniCiência, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que está com votação popular aberta na internet. O anúncio do resultado final será feito na XXIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em maio deste ano, e os vencedores irão participar de um seminário internacional para troca de experiências. A iniciativa prevê, além da recuperação das nascentes, a restauração do solo das propriedades rurais com técnicas que evitem que as águas das chuvas escorram para as minas.

Segundo a prefeita Glaucione Rodrigues, o projeto teve início de forma tímida em 2013 e cresceu a partir de 2017. Desde então, já foram recuperadas, ou estão em processo, mais de 40 nascentes. O programa ainda possibilita que a água chegue até as casas de pessoas que antes tinham pouco acesso ao recurso natural.

“Este projeto recruta pessoas como eu, você, os nossos agricultores, alunos, universitários, nossas comunidades indígenas, com foco na sustentabilidade, quando nos envolve no processo de recuperação das minas. Com a recuperação nas nascentes e do solo, estamos preservando nosso lençol freático e preservando nossas minas de água potável para o futuro. No campo da pesquisa irá transformar as famílias que poderão produzir e trabalhar de forma sustentável”, destaca a prefeita Glaucione.

A ideia do projeto é de promover o desenvolvimento sustentável, fomentar a conscientização ambiental e a importância da recuperação e manutenção das nascentes, ao mesmo tempo em que fortalece políticas públicas nacionais, como agricultura Familiar, recursos hídricos, educação ambiental, desenvolvimento no campo sustentável e restauração, proteção e preservação das áreas de mata ciliar e áreas de proteção ambiental (APPs).

O projeto é realizado pela equipe e máquinas da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente e Agricultura e, apoio de produtores rurais, entidades e empresas da cidade, como a Castilho o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saee) que fornecem alguns dos materiais utilizados no processo, como pedras e canos., é realizado o desassoreamento, garantindo maior fluxo de água das nascentes. No período de 2017 a 2019, durante a gestão da prefeitura Glaucione Rodrigues, foram atendidas 21 propriedades rurais, onde foram recuperadas 20 nascentes e realizado o cercamento, com doação de arames para 23 propriedades rurais, e plantio de espécies nativas, o que evita danos maiores ao meio ambiente. Outras 26 minas estão em processo de recuperação.

Como resultado final, o Renascer das Águas gera impacto positivos em diversos setores, como: saúde, pois proporciona melhor qualidade de vida com o acesso a água potável e evita doenças; meio ambiente com a preservação do solo e das nascentes; além de geração de renda de forma sustentável para as famílias. “Esperamos que esse projeto seja exemplo para Rondônia, para outros municípios no país, pois zelar pela água é zelar pela vida”, finaliza Glaucione.

Quer saber mais sobre o movimento municipalista rondoniense? Acesse arom.org.br. Você também pode interagir pelas nossas redes sociais Instagram e Facebook.

 

Assessoria AROM