Início » Últimas Notícias » Encontro on-line para apresentação da 4ª edição do Selo Unicef reúne prefeitos e secretários municipais

Encontro on-line para apresentação da 4ª edição do Selo Unicef reúne prefeitos e secretários municipais

Prefeitos, secretário municipais de assistência social e educação participaram, na manhã desta quinta-feira (20) de uma apresentação on-line sobre a 4° edição do Selo Unicef em Rondônia. Organizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em parceria com a Associação dos Prefeitos de Rondônia (AROM), o encontro teve o objetivo de explicar a funcionalidade do selo e esclarecer as dúvidas sobre a certificação.

O lançamento oficial para adesão será no dia 15 de junho. Toda a inscrição será on-line. Conforme Ida Oliveira, especialista de comunicação do Unicef, o selo atua em agendas que já são realizados pelos próprios municípios. “O Selo não inventa agenda paralela, ele promove agendas que já deveriam estar sendo implementadas pelos municípios. Então, ele coloca no holofote aquele trabalho da assistência social que as vezes é invisível. O Selo Unicef diz que o quão fundamental é o trabalho realizado, a partir desse processo de construção de autoestima local. Eu quero que minha cidade seja melhor e o selo reconhece esses avanços”, esclareceu a palestrante.

Durante o evento, Ida apresentou dados da edição de 2019 do Selo, com indicadores de melhorias. Entre eles, destacou que Rondônia foi o único estado da Amazônia que alcançou o índice de 100% da busca ativa. Além disso, ainda destacou a participação dos municípios e que as ações desenvolvidas impactaram em 16 mi de crianças e adolescentes. “É preciso ter o compromisso político de fazer acontecer. E aconteceu muito, em saúde, por exemplo, atingiu o índice de 7%. É difícil mudar 1% de percentual, pois envolver qualificação, estruturação das equipes, acesso, recursos, então, 7% é bastante”, destacou.

Neste ano, algumas das ações estarão voltadas para a atuação dos municípios em relação à pandemia de covid-19. Na questão educacional, Ida alertou que crianças e adolescentes que não frequentam escola estão em mais risco de serem submetidas ao trabalho infantil, violência.

Para o Juiz da infância, Marcelo Tramontini, presente em alguns momentos da reunião, a pauta da infância e juventude é muito importante e atuação do Poder Executivo precisa ter resultados. “O Selo Unicef é muito bem-vindo e o Poder Executivo é fundamental para as políticas públicas voltadas às crianças e ao adolescente”, disse.

O superintende do Sebrae, Daniel Pereira, falou de atuação na pauta da infância ao destacar o projeto “Educação empreendedora” já em execução. Segundo ele, estão sendo capacitados professores, equipes das secretarias municipais de educação para atender 60 mil crianças. “O Selo Unicef é muito importante e quero deixar o Sebrae e a mim mesmo a disposição”, disse.

Márcia Trajano, representante do  Selo Unicef em Rondônia, destacou a mobilização realizada pela AROM para reunir prefeitos e secretários. “É muito bom ter a AROM como parceira nessa ação para que os promovam direitos de crianças e adolescentes”, frisou.

Débora Madeira, coordenadora regional do Selo Unicef na Amazônia, destacou que a nova edição não tem nenhuma diferença em relação com a anterior. Todos os municípios podem participar.

A adesão

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) dará início ao prazo de adesão à edição 2021-2024 do Selo Unicef em 15 de junho no site https://www.selounicef.org.br/. 

Segundo a coordenadora, é o prefeito quem precisa fazer a adesão, pois “vai ter que constar dados do prefeito, do vice, dos secretários de saúde, educação e assistência social e da (o) presidente do CMDCA”. E ainda, o prefeito deverá indicar um articulador para fazer a ponte entre o Unicef e o município. Essa pessoa precisa promover as articulações locais.

 

Assessoria AROM

Além disso, verifique

Municípios devem apresentar decretos de calamidades em função da Portaria 618/21, relativa à Ação de Distribuição de Alimentos

Publicada no último dia 24 de março, a Portaria 618/2021, do Ministério da Cidadania, que …