Início » Últimas Notícias » CGU apresenta proposta de parceria com a AROM para divulgação do programa “Um por Todos e Todos por Um”

CGU apresenta proposta de parceria com a AROM para divulgação do programa “Um por Todos e Todos por Um”

Foi realizada na manhã desta terça-feira (25), uma reunião entre representantes da Associação Rondoniense de Municípios (AROM) e da Controladoria Geral da União (CGU) em Rondônia para tratar uma parceria para divulgação do programa “Um por Todos e Todos por Um – Pela Ética e Cidadania” nos municípios rondonienses. O programa é uma iniciativa da CGU em parceria com o Instituto Maurício de Sousa.

De acordo com o superintendente da CGU em Rondônia, Maurício Kurilo, o programa UPT (Um por Todos) faz parte de um conjunto de ações desenvolvido pela CGU com o objetivo de capacitar, orientar. “A parceria com Maurício de Sousa, da Turma da Mônica, faz com que tenhamos um material muito bom, de boa qualidade. E a CGU quer ir além de fiscalizar. Queremos também orientar. Esta parceria com a AROM é para fortalecer os municípios, pois o UPT visa propor experiências de aprendizagem relacionadas à ética e à cidadania, despertando o interesse de estudantes, principalmente da educação básica. Da base mesmo”, disse.

O diretor executivo da AROM, Charles Gomes, destacou que a partir do momento a entidade ficou sabendo do programa, o presidente Célio Lang prontamente solicitou que toda equipe conhecesse mais o projeto. “Ele pediu para nos inteirarmos do projeto e estender para os 52 municípios. A entidade está de portas abertas para poder receber todo o conhecimento e depois multiplicar nos municípios. Em nome de toda equipe, quero destacar que vamos estar absorvendo porque sabemos da importância”, destacou.

Durante a reunião, Leila Juliari, representante do Núcleo de Prevenção e Combate à Corrupção -NAOP/CGU/RO, fez uma apresentação sobre o programa UPT e falou da participação de toda a comunidade escolar no desenvolvimento das ações, proporcionando assim um processo de ensino-aprendizagem colaborativo. Foi destacado que a escola é o núcleo principal de desenvolvimento das ações do UPT, mas as temáticas propostas têm como norte a preparação dos estudantes para uma atuação efetiva nos contextos dos quais fazem parte.

A CGU desenvolve o programa desde 2009 com o Instituto Maurício de Sousa e, em 2017, assinou termo de cooperação com o Senar para ampliar o alcance da iniciativa que tem por objetivo universalizar o acesso a informações sobre valores e padrões éticos de forma lúdica. Neste ano, a intenção é assinar também um termo de cooperação com a AROM para chegar mais facilmente aos 52 municípios de Rondônia.

O presidente Célio Lang participou rapidamente devido a outros compromissos em seu município, Urupá. “Temos muito o que avançar, principalmente com os pais, a família na educação. A AROM e toda nossa equipe está à disposição. Precisamos de uma educação não somente de papel, mas eficiente. Tecnologia ajuda, mas precisa saber usar essa tecnologia”, frisou o presidente.

Logo em seguida, o superintendente Maurício Kurilo disse que a ação “desperta compromisso social de direitos e deveres. Espero que daqui saia diversas adesões, para que consigamos ampliar essa política que tem como base as escolas, direitos, deveres, na própria educação. As escolas resgate de cidadania”.

No encerramento, Márcia Gouveia, da CGU, agradeceu a parceria da AROM para fortalecer os municípios e lembrou que essa aproximação já havia sido tentada antes, mas sem sucesso.

Assessoria  AROM

Além disso, verifique

CGU sorteia municípios para fiscalizar aplicação de recursos federais; Campo Novo de Rondônia será o único do Estado

A Controladoria Geral da União sorteou 60 municípios para receberem a visita in loco do …